Notícias - 23/01/2012

Transposição do São Francisco fica para após 2014

Antes planejada para ser entregue ainda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2006 e 2007- 2010), a transposição do Rio São Francisco não será, sequer, entregue até 2014. Por diversos problemas ocorridos ao longo do projeto, que é um dos maiores em curso atualmente no Brasil, o prazo para conclusão estourou e os recursos previstos anteriormente foram aumentados.

No PAC 2, o investimento total para a execução do restante da obra, entre 2011 e a sua conclusão, é de R$ 3,58 bilhões. No balanço anterior, o previsto para o período pós-2010 era de R$ 1,09 bilhão, menos de um terço do que será preciso para a finalização do projeto, segundo o balanço atual.

Novos aportes

Após 2014, ainda estão programados aportes de R$ 800 milhões para concluir as obras, especialmente no trecho IV do Eixo Norte, que envolve os estados do Ceará, da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

Batizado oficialmente de Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional, o empreendimento foi inicialmente orçado em R$ 5 bilhões, e reestimado para R$ 6,85 bilhões.

O projeto, que só saiu efetivamente do papel em agosto de 2007, irá beneficiar 390 municípios distribuídos em toda a região Nordeste do País.

No Estado

No Ceará, a transposição do Rio São Francisco vai favorecer diretamente as regiões de Jaguaribe, Fortaleza, Juazeiro do Norte, Crato, e as cidades circunvizinhas. O Nordeste possui 28% da população brasileira e apenas 3% da disponibilidade de água.

Atualmente, somente os trechos I e II estão em obras em território cearense. O projeto para o Eixo III está em execução e o trecho IV já está em ação preparatória para iniciar. (SS)

logo
COGERH - Gerência da Bacia do Alto Jaguaribe Secretaria Executiva do CSBH Baixo Jaguaribe
logo
logo
Rua José Amaro 208 – Bugi. CEP 63501002- Iguatu/CE. (ver mapa)
Fone: (88) 3581.0800 / (85) 3195.0840
E-mail:
logo
© 2019